Edredom ou cobertor: o que saber antes de escolher?

  • fevereiro 11, 2019
  • by

Com a chegada do outono, já começamos a experimentar noites e manhãs mais frias, mesmo vivendo em um país tropical. Do nosso guarda-roupa as peças de outono e inverno começam a ser vistas e mais utilizadas. Assim também acontece com as roupas de cama. Se no verão, um lençol ou um cobre leito resolvem na maioria das noites, no outono e no inverno entram em cena os edredons e cobertores. Quentinhos e aconchegantes garantem noites de sono aquecidas e confortáveis.

Quando precisamos renovar nosso enxoval de cama, ou mesmo montar um, muitas vezes surge uma grande dúvida: qual peça escolher para aquecer as noites frias, edredom ou cobertor?

As diferenças entre uma e a outra peça variam de acordo com as necessidades de cada pessoa e não existe um consenso entre qual a melhor ou a pior opção, sendo cada uma delas, adequada para determinada situação e gosto. Confira algumas dicas que preparamos para te ajudar a identificar as principais diferenças entre edredom e cobertor. E escolha a melhor opção para você e sua família.

Edredom 

Normalmente composto externamente por tecidos de algodão ou malha, e internamente por uma manta, o edredom possui um toque gostoso e suave, além de macio e quentinho – quanto mais manta tiver no recheio, mais quente e macio será. Quanto à parte externa, também existem opções mais sofisticadas revestidas por microfibra ou cetim, por exemplo.

Por não serem tecidos que soltam pelo ou acumulam poeira ou ácaro, são uma boa alternativa para pessoas com alergias.

A grande vantagem do edredom fica para os dias muito frios, pois por ser mais quente que um cobertor, elimina a necessidade de usar várias camadas para se aquecer, tornando o sono mais confortável. Com tamanhos variados para todos os tipos de cama, como casal, solteiro, infantil ou king size, além de proteger do frio com conforto, o edredom confere elegância ao ambiente, servindo como peça de decoração.

Isso por que ele pode ser colocado aberto sobre a cama. Muitos modelos possuem forro dupla face – em especial os estampados – ajudando a variar na hora de decorar seu quarto ou ao criar um composê entre os dois lados ao dobrar uma parte do edredom.

Os preços variam muito e levam em conta material de composição, gramatura e tamanho da cama, por exemplo.

Cobertor

O cobertor é uma peça que aquece menos que um edredom, porém possui como maior vantagem sua leveza e versatilidade. Fabricado com a mais variada gama de fios e tecidos, os cobertores podem ser confeccionados tanto de algodão puro – formando uma peça mais fina, que atende melhor aos dias de frio mais ameno – ou até tecidos em lã, o que os torna mais quentes e mais pesados, atendendo aos dias de frio mais intenso.

Há também as opções feitas com tecidos sintéticos como o poliéster e a microfibra, que conferem bom aquecimento e mais leveza, tornando-os até mais fáceis de lavar e guardar, já que não são tão volumosos. O aspecto fofinho e algumas estampas garantem charme e beleza aos cobertores sintéticos.

Para os alérgicos, uma boa notícia: muitos modelos de cobertores confeccionados hoje em dia são feitos com materiais antialérgicos.

Perfeito para forrar a cama, os cobertores podem ficar permanentemente por baixo do edredom, servindo tanto como item principal para se cobrir nas noites de frio mais ameno, ou como reforço para as noites mais intensas. Ainda falando de seu potencial decorativo, os cobertores podem ser deixados de forma despretensiosa sobre sofás ou poltronas em sua sala de estar, prontos para aquecer os dias mais frios, enquanto você assiste a um filminho, por exemplo.

E agora que você já sabe as maiores diferenças entre um edredom e um cobertor, qual escolheria para aquecer suas noites de sono?

Equipe ShopCama

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

×